Posts Tagged ‘Réveillon’

ceia ano novo

Alimentos congelados devem estar em temperatura adequada e ter boa consistência

Ainda dá tempo de garantir uma boa ceia para a noite de Natal. Mas para quem deixou as compras para a última hora é necessário um cuidado maior na hora de escolher o peru, chester, tender e outros alimentos congelados. De acordo com a auditora da Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa), Ana Virgínia Figueiredo, “o cidadão tem que observar sempre a integridade do produto para evitar problemas posteriores”, explicou.

Para tanto, Ana Virgínia dá dicas para evitar aborrecimentos e doenças. “É preciso identificar a temperatura do refrigerador em que o alimento está armazenado e ver se ela condiz com aquela indicada na embalagem, que também deve estar íntegra. Data de validade e consistência do produto são itens importantes e que devem ser avaliados pelo consumidor na hora da compra”.

Após a compra, o consumidor deve se atentar a recomendações importantes. “Uma vez que o alimento tenha descongelado, ele não pode ser congelado novamente. O ideal é que as peças grandes (peru, chester) sejam retiradas para descongelamento 48 horas antes de sua utilização, para que descongelem lentamente, sem estragar”, disse a auditora.

Quanto à maionese, Ana recomenda que se utilize a industrializada. “O ovo cru utilizado nas maioneses caseiras, principalmente em grande quantidade, aumenta o risco de apresentar a bactéria salmonella, responsável por algumas infecções intestinais. É recomendável usar a maionese processada, que não possui esse risco”.

Ana atenta também para a manipulação do alimento. “Às vezes, o produto está em boas condições, e o consumidor não o prepara de forma correta. É preciso que se atente à higiene e às medidas de conservação de cada alimento, evitando também infecções intestinais e outros problemas”, finalizou.

Em caso de alimentos estragados, com aparência, cheiro ou consistência estranhas, o consumidor deve entrar em contato com os responsáveis pelo estabelecimento ou com o Disque Saúde 160 da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF), que passará a manifestação à Inspetoria de Saúde responsável pela fiscalização da área.

 

Paula Fernandes

A ganhadora do The Voice, Ellen Oléria, irá participar da festa de réveillon do Distrito Federal. A agenda de shows foi divulgada nesta quarta-feira (19/12) pelo governador Agnelo Queiroz. No total serão investidos R$ 8 milhões nas festividades de fim de ano, incluindo o Réveillon da Prainha, nas margens do Lago Paranoá.

Ontem, quando chegou em Brasília, Ellen Oléria foi recebida pelo governador no Palácio do Buriti, onde foi anunciada a lista de atrações para a comemoração da chegada de 2013. Além da queima de fogos à meia-noite, que deve durar 30 minutos, vários artistas locais e nacionais devem cantar durante a festa.

A expectativa é de que 100 mil pessoas passem a virada de 2013 na Esplanada. A segurança será garantida pela Polícia Militar, que já organizou uma operação especial, atuando principalmente na Rodoviária e nas linhas de ônibus.

Além disso, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) irá aumentar as linhas de ônibus entre a noite de 31 de dezembro e a madrugada de 1º de janeiro. O metrô também deve funcionar em horário especial, circulando das 6h do dia 31 até as 2h do dia 1/1.

Esplanada dos Ministérios:

20h – Banda Na Lata

21h – Plebe Rude com participação da banda Etno e Dilo D‘Oliveira

22h – Ellen Oléria

23h – Dominguinhos (Homenagem a Luiz Gonzaga)

0h – Bateria da Virada

0h30 – Curvas do Samba (Renata Jambeiro, Dhi Ribeiro, Tereza Lopes e Ana Cristina).

1h30 – Paula Fernandes

2h30 – Fernando e Sorocaba

Prainha:

Próximo à Ponte Costa e Silva, a programação deve começar a partir das 17h com cortejos e apresentações de grupos.

17h – Os Crioulos

18h – Oya Bagan

19h – Xaxará de prata

20h – Asé Dudu

21h – Cortejos – toque para orixás, umbanda e candomblé

1h – Orkestra Rumpilezz

2h – Obará

3h – Pé de Cerrado

4h – Requebrarte

Governador Agnelo Queiroz e família participaram da grande festa realizada pelo GDF. Esquema especial de transporte e segurança garantiu tranquilidade durante o evento e volta para casa sem incidentes

Durante 25 minutos, o público que participou da festa da virada na Esplanada dos Ministérios acompanhou a queima de fogos que marcou a chegada de 2012 Foto: Marcello Casal/ABr

 

O Réveillon na Esplanada dos Ministérios transcorreu em clima de absoluta tranquilidade e contou com a presença de milhares de famílias do Distrito Federal. Sem chuva, o brasiliense saiu de casa para conferir cinco shows e os 25 minutos de queima de fogos. O governador Agnelo Queiroz também compareceu ao evento, ao lado da primeira dama, Ilza Queiroz, e dos filhos.

Para mim é muito importante participar desta festa que foi preparada para todos os brasilienses. Este (2011) foi um ano muito positivo. Realizamos ações em várias áreas e comemoramos a menor taxa de desemprego dos últimos 20 anos”, ressaltou o governador. Tenho certeza de que em 2012 poderemos crescer muito mais. Tanto o Natal quanto o Ano Novo representam um momento de mudança e tenho certeza que a nossa cidade está preparada para dar este grande salto e pensar grande, como capital da sexta economia do mundo”, afirmou.

Para garantir a segurança dos participantes, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) preparou uma operação especial. Cerca de 1.300 policiais foram distribuídos em toda a área da Esplanada. Também houve reforço de policiamento na Rodoviária e nas linhas de ônibus, com presença, inclusive, de policiais à paisana. Não foram registradas ocorrências graves durante a festa.

A estrutura montada pelo GDF, que contou inclusive com tendas especiais para abrigar idosos e pessoas com deficiência, foi bastante elogiada pelos participantes da festa. “Quando soube que a segurança seria reforçada este ano, fiquei tranquilo e trouxe minhas duas filhas de seis anos para assistir os shows e a queima de fogos”, contou o radialista Jânio Gomes, que estava acompanhado da mulher Samara Farias e das gêmeas Kamila Cristina e Karina Cristina. O radialista aproveitou o esquema especial de transporte montado para a festa e foi de ônibus para a Esplanada dos Ministérios.

A secretária Leilane Rodrigues, do Paranoá, estava festejando pela segunda vez a passagem do ano na Esplanada dos Ministérios. A jovem de 19 anos chegou cedo e comemorou a escolha dos artistas para a festa. “Sou fã do Móveis e vim bem cedinho acompanhar o show. Estou gostando muito e me sinto segura em ficar aqui com minhas amigas, disse.

Os turistas também estavam empolgados com a estrutura montada pelo GDF para a virada do ano. O aposentado Vicente de Lima trouxe a sobrinha Ludmila Lima de Campos, de Roraima, para assistir a queima de fogos. “Gostei muito de como as barraquinhas foram montadas, dá para a gente escolher o que vai comer, elogiou.

Os ambulantes que estavamna Esplanada vendendo alimentos e bebidas foram cadastrados previamente e os órgãos de fiscalização tiveram equipes trabalhando no local. A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) levou cinco auditores e 15 homens de apoio para auxiliar na fiscalização. Também participaram 15 agentes da Secretaria de Ordem Pblica e Social.

Transporte

A volta para casa foi calma. O DFTrans mais do que dobrou o nmero de ônibus que atendem a Rodoviária do Plano Piloto e todas as cidades do DF na noite de 31 de dezembro e madrugada de 1º de janeiro. Em um sábado normal, 190 carros operam neste trajeto a partir das 19h.Ontem, foram colocados 200 ônibus extras, totalizando 390 coletivos.

“Não houve nenhum incidente na Rodoviária do Plano Piloto. O tempo de espera foi o normal e não houve falta de ônibus. Todas as linhas estavam disponíveis para a população, que pôde ir tranquilamente para casa após a festa na Esplanada”, informou o administrador da Rodoviária, Severiano Viana.

Segundo o diretor-técnico do DFTrans, Lúcio Lima, não houve incidentes nas linhas de ônibus. Para garantir que tudo estivesse correndo conforme o programado, após o fim da festa na Esplanada, por volta das 3h da madrugada, o secretário de Transportes, José Walter Vasquez, permaneceu, cerca de mais uma hora no local e pôde conferir o embarque tranquilo da população. O horário coincidiu com o início do turno de domingo, o que ampliou a frota ainda disponível na Rodoviária.

Atrações

O primeiro show da noite foi da banda brasiliense Móveis Coloniais de Acaju, que tocou durante 40 minutos para uma plateia animada. O grupo de reggae Natiruts foi o segundo a tocar, por volta das 22 horas. O pblico curtiu o show e acompanhou em coro msicas conhecidas da banda.

A contagem regressiva para a meia noite foi animada pelo samba de Arlindo Cruz e da Bateria Nota Show. Após 25 minutos da queima de fogos, o sertanejo das duplas Pedro Paulo e Matheus e João Bosco & Vinícius embalou a noite dos brasilienses.

GDF monta esquema especial para assegurar que moradores de todas as cidades do DF possam ir à Esplanada conferir shows e queima de fogos. Ao todo, 390 ônibus farão o transporte da população

O Governo do Distrito Federal preparou uma operação especial para garantir, neste sábado, o transporte da população até a Esplanada dos Ministérios, onde acontecerá a Festa de Réveillon. Os moradores do DF vão poder chegar e sair com tranquilidade da Esplanada e aproveitar os shows que serão realizados no local.

Faremos uma grande festa na Esplanada e queremos a participação de toda a população. Vamos garantir que o brasiliense e os turistas possam conferir as atrações e voltar para a casa com absoluta tranqilidade, afirmou o governador Agnelo Queiroz.

Devido à greve dos metroviários, o GDF precisou recorrer à Justiça para garantir o aumento da quantidade de trens do metrô e facilitar o acesso à Esplanada. Atualmente, só estão em operação seis trens. Número insuficiente para atender a demanda extra da noite de Réveillon com segurança: o tempo médio de espera chegaria a uma hora, o que poderia resultar em tumulto nas estações. Como a Justiça não autorizou, e para assegurar a integridade física dos usuários, o GDF optou por não operar o metrô em condições precárias.

Por determinação do governador Agnelo Queiroz, a ausência do metrô será compensada com a operação especial. O DFTrans está mais do que dobrando o número de ônibus que farão as linhas entre a Rodoviária do Plano Piloto e todas as cidades do DF na noite de 31 de dezembro e madrugada de 1º de janeiro. Em um sábado normal, 190 carros operam neste trajeto a partir das 19h. No próximo sábado, serão 200 ônibus extras, totalizando 390 coletivos.

Os carros ficarão à disposição para fazer viagens conforme o número de passageiros à espera de transporte e de acordo com o destino dos usuários. Os ônibus extras poderão realizar até 600 viagens durante o período da festa. Samambaia, Taguatinga, Guará e Ceilândia contarão com um número maior de coletivos para suprir a ausência do metrô.

“A operação especial de transporte vai ser realizada das 19h às 3h, horário que está programado para acabar o último show, que começa à 1h40”, afirma Marco Antônio Campanella, diretor do DFTrans. “Enquanto o evento estiver acontecendo haverá ônibus à disposição da população. A operação só termina quando assegurarmos a volta de todos para casa, garantiu.

 

O Tribunal de Contas do Distrito Federal suspendeu ontem o edital de pregão presencial lançado pela Secretaria de Cultura do DF para a contratação de empresa para a produção, organização, montagem e execução da festa de Reveillon, a ser realizada na Esplanada dos Ministérios. A Corte entendeu que há indícios de combinação de valores, sobrepreço e restrição da concorrência. A abertura da licitação estava prevista para esta quinta-feira, dia 15 de dezembro, a apenas duas semanas da virada.

Segundo o relatório, a pesquisa de preços não levou em conta os valores praticados pelo governo em festas anteriores, em eventos similares realizados no DF ou em outros estados, nem os valores praticados em atas utilizadas pelo GDF para aquisições semelhantes. Além disso, das três propostas apresentadas, duas têm valores idênticos e uma não contém o endereço de identificação da empresa. A análise também apontou que há preços até 200% superiores àqueles praticados no mercado. O valor da festa foi estimado em R$ 4.458.300.

Entre outras falhas apontadas estão planilhas orçamentárias sem a composição de todos os custos unitários e ausência de justificativas em relação às despesas previstas, principalmente a indicação dos beneficiários diretos para alguns itens. Não houve justificativa da Secretaria de Cultura, por exemplo, para a determinados gastos que são estranhos à finalidade do evento, como 2.000 coquetéis, 800 refeições, hospedagem em hotel cinco estrelas, etc.

Também foram apontadas medidas que restringem a competitividade do certame ou que interferem na formulação das propostas pelas concorrentes, limitando a participação dos eventuais interessados. Uma delas foi a escolha pelo pregão presencial, em vez do eletrônico, o que reduz a quantidade de participantes.

Diante das falhas apuradas e dos inícios de irregularidades, o Tribunal de Contas do DF determinou que a Secretaria de Cultura apresente as justificativas ou adote providências para saneamento das impropriedades. Até lá, o edital continua suspenso.

Torre Digital, calçadões das Asas Norte e Sul e monumentos da Esplanada são alguns dos pontos turísticos que receberão iluminação especial. Programação de Natal e réveillon está definida

Está prevista para a próxima semana a inauguração da decoração de fim de ano da capital federal. O serviço acumulado em todo o Distrito Federal devido aos 20 dias de greve dos servidores da Companhia Energética de Brasília (CEB), durante o mês de novembro, atrasou o início da montagem. Mas a equipe da Gerência de Manutenção de Iluminação Pública (GMIP) da companhia já está nas ruas e trabalha em ritmo acelerado para que a decoração das cidades fique pronta o mais rápido possível.

A iluminação decorativa poderá ser apreciada nos monumentos e superquadras do Plano Piloto e nas áreas centrais das demais Regiões Administrativas. Ao todo, serão investidos R$ 1,5 milhão.

Pela primeira vez, o brasiliense verá os novos monumentos da capital com a decoração de fim de ano. É o caso da Torre Digital e dos calçadões inaugurados neste ano nas Asas Norte e Sul. A Torre Digital, mais recente obra do arquiteto Oscar Niemeyer em Brasília, ficará com a fachada iluminada com luz branca. Três refletores digitais projetarão outras cores sobre o monumento de forma alternada.

Na Esplanada, as fachadas dos prédios receberão lâmpadas coloridas, e os canteiros centrais, as já tradicionais microlâmpadas. Refletores com lâmpadas verdes iluminarão as copas das árvores em toda a via. As cúpulas do Congresso Nacional serão iluminadas com a cor verde e o prédio com a cor amarela. Catedral, Biblioteca Nacional e Teatro Nacional também estarão multicoloridos. A Ponte JK, outro cartão postal da cidade, ficará com três cores distintas: vermelho, verde e azul.

Abaixo, o detalhamento da iluminação em outros monumentos:

- Na Torre de TV serão 15 refletores digitais com mudanças de cores;

- No Parque da Cidade, cada um dos seis acessos receberá iluminação com microlâmpadas;

- No Palácio do Buriti, serão instaladas microlâmpadas na frente do prédio e no canteiro central;

- No deck do Calçadão da Asa Norte serão instaladas microlâmpadas nas árvores naturais;

- No Calçadão da Asa Sul, próximo à Ponte JK, serão instaladas microlâmpadas nas árvores naturais. O espaço também receberá uma árvore com lâmpadas de LED 07 (sete cores).

Árvores

As tradicionais árvores de Natal completam a decoração. Em cada superquadra do Plano Piloto serão instaladas duas unidades, enfeitadas com microlâmpadas. Em todas as cidades do DF, a CEB vai instalar duas árvores natalinas – as próprias Administrações Regionais escolheram os pontos onde elas serão colocadas. Essas árvores serão montadas em postes com 16m de altura e decoradas com lâmpadas tipo LED 07 (sete cores).

Cantata Natalina

Entre 15 e 24 de dezembro, corais de Natal se apresentarão diariamente – sempre a partir das 19h30 – em palco montado pela Secretaria de Cultura próximo à Fonte Luminosa da Torre de TV.

A própria fonte, que será reaberta após reforma justamente para essa programação, estará com iluminação especial: os jatos d’água irão variar de altura e de cor de acordo com a música executada por cantores líricos e corais natalinos do DF. O espetáculo diário será encerrado com show pirotécnico – também sincronizado com as músicas. Cantores e corais se apresentarão ainda em pelo menos 20 cidades do DF, segundo programação específica fechada entre a Secretaria de Cultura e as Administrações Regionais.

Réveillon

Para o ano novo, a principal programação será uma grande festa na Esplanada dos Ministérios. Quatro atrações estão confirmadas. A noite começa com a apresentação do grupo Móveis Coloniais de Acaju e da dupla Pedro Paulo e Matheus. A bateria da Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc) animará a contagem regressiva. Após queima de fogos com 21 minutos de duração, anunciando a chegada de 2012, o sertanejo Michel Teló assume a festa madrugada adentro.