Posts Tagged ‘Pitiman’

Pitiman rollemberg

A coligação “Seriedade para mudar – PSDB/PPS/PSDC” anunciou, nesta terça-feira (14), apoio a candidatura de Rodrigo Rollemberg (PSB) no segundo turno das eleições ao governo do Distrito Federal. A decisão foi da executiva regional da legenda e aconteceu, por unanimidade, durante reunião entre os dirigentes, em Brasília.

O deputado federal e ex-candidato ao GDF, Luiz Pitiman (PSDB), explicou que não poderia se omitir no segundo turno da disputa eleitoral. “Debatemos em todos os locais do DF, durante o primeiro turno, uma gestão de qualidade, de resultados para a população. Trabalhamos pela mudança dos costumes políticos e, neste momento difícil e de decisão, optamos por quem melhor pode traduzir isto em Brasília e ajudar a construir também um Brasil junto com Aécio Neves. Após ouvir os candidatos a distritais, federais e a executiva do partido concluímos Rodrigo Rollemberg 40 aqui e continuamos 45 pelo Brasil”, declarou.

O candidato Rollemberg agradeceu a confiança e afirmou que o PSDB-DF ajudará a inaugurar um novo tempo nas relações políticas do Distrito Federal. “Brasília precisa voltar a ser referência em políticas públicas inovadoras. Contamos com o PSDB para isso. Recebo o apoio com alegria”, disse.

Participaram do pronunciamento de apoio ao Rollemberg, o presidente do PSDB local, Eduardo Jorge, o deputado distrital eleito pela legenda, Raimundo Ribeiro, e o deputado federal eleito pelo PSDB, Izalci Lucas.

Candidato a deputado federal do PSDB utiliza cavalete de candidato ao governo do Estado (Foto: Reprodução)

Candidato a deputado federal do PSDB utiliza cavalete de candidato ao governo do Estado (Foto: Reprodução)

Por Leonel Rocha - Na reta final das eleições, candidatos de Brasília não respeitam nem mesmo as peças eleitorais do concorrente ao cargo majoritário e colam cartazes sobre a propaganda do candidato do mesmo partido. Foi o que constatou a assessoria da campanha ao governo de Luiz Pitman, do PSDB do DF, que teve seu cartaz coberto pela propaganda do deputado Izalci Lucas, do próprio partido. Izalci nega que tenha mandado cobrir o cartaz de Pitman. “Eu não faço campanha para o Pitman, apesar de ser do mesmo partido, mas não mandei cobrir os cartazes dele. Isso deve ter sido uma armação para criar confusão”, disse Izalci. Cartazes de Izalci também foram destruídos nas cidades satélites do DF. (Do blog do Felipe Patury)

Foto Dmitri Valença

Foto Dmitri Valença

Os servidores da carreira de Auditoria Tributária, Defensoria Pública e Procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF) receberam, na manhã desta quarta-feira (1º de outubro), o candidato ao GDF, Luiz Pitiman (PSDB), e apresentaram as reivindicações da categoria. O tucano ressaltou o novo modelo de gestão para a promoção de um serviço público de qualidade e que beneficie os profissionais.

Para os defensores públicos, falta mais parceria com o governo para solucionar reivindicações básicas da categoria. Já entre as demandas dos auditores tributários, estão a isonomia salarial equiparada aos procuradores da PGDF e implantação da carga de 30 horas/semanais. Os procuradores gerais do DF querem a nomeação dos 42 candidatos aprovados no último concurso público, sendo que há 60 vagas em aberto.

Pitiman afirmou que as suas diretrizes de governo são bem claras. “Vamos fortalecer as carreiras típicas do estado e investir em uma gestão pública de qualidade, com valorização profissional. Além disso, vamos promover o servidor, com metas e resultados, reconhecendo assim o seu trabalho. Isso é a meritocracia”, explicou o tucano, acrescentando que vai interromper vícios, retomar o desenvolvimento e fortalecer a gestão pública com a valorização das carreiras típicas do Estado.

Agnelo, Rollemberg, Frejat, Pitiman e Toninho foram os convidados. Programa foi dividido em quatro blocos de perguntas e considerações finais

Do G1 DF – Os cinco candidatos ao governo do Distrito Federal que pertencem a partidos com representatividade na Câmara dos Deputados participaram na noite desta terça-feira (30) de debate nos estúdios da TV Globo de Brasília. Foram convidados o atual governador, Agnelo Queiroz (PT), o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), o deputado Luiz Pitiman (PSDB), Toninho do PSOL (PSOL) e Jofran Frejat (PR).

O debate foi dividido em quatro blocos. Na primeira parte, cada postulante ao Buriti escolheu um tema e fez uma pergunta a um candidato. No segundo bloco, os temas das questões foram sorteados pelo mediador, Antônio de Castro.

No terceiro bloco, o tema foi livre. O quarto e último bloco de perguntas teve tema definido por sorteio, a exemplo da segunda parte do programa.

Candidatos ao governo do DF posicionados para debate da TV Globo nesta terça-feira (30) (Foto: Gabriel Souto/TV Globo)

Candidatos ao governo do DF posicionados para debate da TV Globo nesta terça-feira (30) (Foto: Gabriel Souto/TV Globo)

Primeiro bloco

Rollemberg iniciou o debate questionando Agnelo sobre educação integral. O petista respondeu que esse modelo de ensino existe em 332 escolas do DF.

Agnelo perguntou a Frejat qual a proposta dele para os jovens aprendizes. O candidato do PR disse que quer retomar o programa bolsa universitária, que dá recursos para o estudante cursar uma faculdade.

Pitiman perguntou a Toninho sobre o plano para segurança e combate ao tráfico de drogas. O candidato do PSOL disse que pretende implantar políticas de prevenção, caso seja eleito, e declarou que dependentes químicos não devem ser tratados como criminosos.

Toninho perguntou a Pitiman se ele é a favor do financiamento público de campanhas. Pitiman disse entender que esse modelo ajudaria a regular as disputas eleitorais e defendeu uma reforma política.

Frejat perguntou a Rollemberg sobre a proposta para evitar falta de médico e falta de remédios. Rollemberg disse que o primeiro investimento será a contratação de 4.785 equipes de saúde da família e 2,5 mil novos servidores.

Segundo bloco

Agnelo perguntou a Frejat o que ele acha da sua proposta para implantar o domingo da família, com viagens gratuitas no segundo domingo do mês. O candidato do PR disse que a população continua a reclamar do sistema de transporte e que vai ampliar o número de ônibus, caso seja eleito.

Frejat perguntou a Pitiman o que ele vai fazer para gerar empregos. O candidato do PSDB disse que pretende investir nas vocações regionais. Segundo ele, o DF tem vocação para ser um polo atacadista e farmacêutico.

Pitiman perguntou a Rollemberg qual seu programa para investir em infraestrutura. O socialista disse que o caminho é fortalecer as empresas e públicas, como Caesb. Terracap e Novacap, e  defendeu uma nova forma de gestão, para que as companhias tenham capacidade de captar recursos federais e investir em projetos.

Toninho perguntou a Agnelo como ele vai solucionar o problema das faltas de professores. O atual governador disse que extinguiu 4 mil vagas comissionadas e abriu 35 mil vagas em concurso público, que investiu R$ 700 milhões na CEB e também modernizou o BRB. Ele afirmou ainda que vai ampliar o metrô.

Rollemberg questionou Pitiman sobre proposta para a segurança pública. O candidato tucano disse que a segurança sofre com a “falta de pulso do comando” e que o DF precisa de uma polícia comunitária mais ligada ao cidadão.

Terceiro bloco

Pitiman perguntou a Frejat qual seu planejamento para fazer a máquina pública atender aos anseios da população. Frejat disse que no primeiro dia de governo pretende “tomar medidas duras” na administração, como acabar com a Agefis.

Frejat questionou Toninho sobre sua proposta para educação. O candidato do PSOL disse defender a escola integral e melhoria salarial para os professores da rede pública. Ele afirmou que pretende repor todas as perdas salariais dos últimos anos.

Toninho perguntou a Agnelo o motivo para a saúde não ter evoluído durante sua gestão. O petista disse que assumiu o governo com a área de saúde em “estado de calamidade”, que contratou 15,8 mil profissionais da área de saúde, seis UPAs, contratou as carretas da Mulher e a da Visão, e que quer ainda tem de fazer 14 UPAs.

Agnelo questionou Rollemberg sobre a proposta do bilhete único no transporte público. O candidato do PSB disse que os passageiros vão pagar apenas uma passagem para fazer várias viagens. Ele disse que o novo sistema de transporte não atende as necessidades da população.

Rollemberg questionou Toninho como ele vê o desenvolvimento nos segmentos de ciência e tecnologia e cultura. Para o candidato do PSOL, o DF tem uma vocação natural para as áreas de ciência e tecnologia. Ele defendeu investimentos em cultura e arte.

Quarto bloco

Frejat perguntou a Agnelo a respeito do repasse do Pdaf às escolas. Agnelo disse que foi ele que aumentou o repasse para as escolas, que podem usar as verbas de forma descentralizada.

Rollemberg questionou Pitiman sobre sua proposta para a população do Entorno do DF. O candidato do PSDB respondeu que o DF tem de integrar ações com o governo de Goiás e com a União para que a população do Entorno seja atendida.

Toninho perguntou a Rollemberg se ele revisaria o atual plano diretor do DF. O candidato do PSB defendeu um resgate da capacidade de planejamento do DF. Ele disse que vai recriar o Instituto de Planejamento Territorial do DF, caso seja eleito, para planejar a ocupação do solo e garantir qualidade de vida.

Agnelo perguntou a Pitiman qual a sua proposta para a área de saúde. O tucano disse que pretende fazer um novo modelo de gestão da saúde, com o quadro de médicos exposto nas unidades da rede pública.

O candidato do PSDB questionou Frejat sobre sua proposta em relação ao direito à moradia e invasões. O candidato do PR disse que é preciso regularizar todos os condomínios do DF, providenciando infraestrutura sanitária e impedindo novas invasões.

Considerações finais

O candidato Toninho abriu as considerações finais dizendo que o DF é um local de “diferenças profundas”. Afirmou que, se eleito, vai defender o controle e a transparência das ações do governo.

Pitiman disse que dá valor à família e convidou o eleitor a “pregar uma peça aos políticos profissionais” e escolhê-lo como novo governador do DF. O candidato do PSDB agradeceu a participação de apoiadores e disse que espera ir para o segundo turno da eleição.

Frejat citou sua experiência como quatro vezes secretário de Saúde e cinco vezes deputado federal. Ele disse que construiu postos de saúde e hospitais e afirmou que a população carente precisa de saúde pública de qualidade. Também afirmou que fez a Escola Superior de Ciências da Saúde e que pretende continuar o trabalho.

Rollemberg agradeceu em suas considerações finais aos seus eleitores e disse que pretende construir soluções para os problemas do DF com a ajuda da população. Ele afirmou que vai começar suas ações de governo com as pessoas mais humildes, mais necessitadas.

Último a fazer as considerações finais, o candidato Agnelo afirmou que pegou a cidade suja e abandonada e que “gastou um ano e meio de dedicação para botar a casa em dia”. Ele também disse que fez mais obras durante sua gestão do que “qualquer governo em qualquer área”. Agnelo citou sua propostas para uma próxima gestão.

Pitiman

SÁBADO (27-09)

09h: Carreata – Sobradinho

13h: Participa do evento “Feijão Solidário” – Vila Planalto

15h: Visita à Brasília Capital Fitness 2014 (BCF) – Centro de Convenções Ulysses Guimarães

20h: ​Participa do concerto comemorativo do 25º aniversário de criação da Banda de Música do BPEB – Setor Militar Urbano

DOMINGO (28-09)

09h30: Caminhada na feira – Samambaia Norte

13h: Almoço com apoiadores – Ceilândia Norte

14h30: Reunião com lideranças comunitárias – Sobradinho

SEGUNDA-FEIRA (29-09)

09h: Caminhada e panfletagem – São Sebastião

11h: Caminhada e panfletagem – Paranoá

20h: Debate do Jornal de Brasília – SIG

Foto: Rafael Monteiro

Foto: Rafael Monteiro

Saúde, segurança, educação, programas de alcance social e mobilidade urbana. Esses foram os assuntos defendidos pelo candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), na noite desta quarta-feira (25), para membros e convidados da Grande Loja Maçônica de Brasília. O evento, com o tema “Porque quero ser governador?”, faz parte do projeto Voto Consciente da comunidade maçônica.

Acompanhado do candidato a deputado distrital, Siqueira Campos, e a candidata ao Senado, Sandra Quezado, Pitiman apresentou suas propostas para o desenvolvimento do DF e as ações com novo modelo de gestão para melhorar os serviços públicos da região.

Para a saúde, o tucano reforçou a necessidade de um pacto com a Região Integrada de Desenvolvimento (RID), com o intuito de criar uma rede prospectiva de saúde pública no Distrito Federal, Goiás e Minas Gerais, além de estados membros da RID.

Na Segurança, Pitiman quer agir com o programa da Polícia Comunitária, da polícia integrada, da tecnologia, e de resgate e valorização dos servidores. Já para a Educação, o candidato demonstrou preocupação com a situação atual. “A infraestrutura das escolas estão abandonadas. Os professores estão com medo”, pontuou.

O tucano ressaltou, ainda, ações para melhorar a situação da educação no DF. “Precisamos dar instrumentos e valorizar os profissionais. A escola tem que ser a referência da comunidade, envolver as famílias locais, para abraçar e proteger o ambiente escolar”.

Fotos: Dmitri Valença

Fotos: Dmitri Valença

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), iniciou a sua agenda desta quarta-feira (24), logo cedo, na Missa dos Taxistas no Aeroporto Internacional de Brasília. Na ocasião, o tucano ressaltou que o governo deve ser menos burocrático nas permissões do serviço destes profissionais.

Pitiman afirmou, ainda, que o governo deve facilitar as atividades daqueles que querem trabalhar. “Assim como em São Paulo, a minha proposta é conceder a permissão e vocês fazem usufruto deste, passando para a própria família o serviço e garantindo direitos trabalhista, como a aposentadoria”.

Vale lembrar que já existe lei que tramita no Senado e na Câmara, com apoio de Luiz Pitiman, como deputado federal, que torna a permissão de táxi hereditária.

Após a missa, Pitiman seguiu para encontro com comerciantes da W3 Norte e falou sobre seu compromisso com os empreendedores.

O candidato defendeu a desburocratização e o incentivo aos pequenos negócios. “Eu sinto que quem quer gerar emprego nessa cidade tem dificuldades. A iniciativa privada, os pequenos negócios, estão sendo perseguidos pela fiscalização, os impostos estão caros. Nós precisamos facilitar com um governo que entenda que a capital da República não pode ser mais só de concursos. É preciso incentivar as pequenas empresas, incentivar a atração de negócios e desenvolvimento, para que possamos, num futuro muito próximo, ter emprego para todas as famílias”.

Entre as suas propostas de campanha, o tucano quer investir no BRB como mola propulsora dos pequenos negócios, atrair vários tipos de empreendimentos nacionais e internacionais, e propiciar a geração de empregos para os jovens.

Degenilson Corrêa, empresário local, admite que o governo atual não ajudou na infraestrutura e incentivo dos negócios. “Você pode ver que aqui tem buraco, o meio-fio não está pintado e é só imposto chegando. A gente tem que mudar, porque até agora pra mim não mudou nada. Tem 10 anos que estou estou nessa loja e é o mesmo asfalto”, lamentou.

Dando continuidade a agenda, às 15h, Pitiman faz caminhada no Guará I e II, e finaliza o dia participando da Sessão Magna Pública no Templo da Grande Loja Maçônica do DF, Asa Norte.

Pitiman

Neste domingo (21), o candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), se reuniu com mais de 50 pessoas no Sol Nascente para apresentar suas propostas de campanha. O tucano participou também da 2º edição do Passeio Ciclístico da Primavera e de encontro com moradores no Recanto das Emas.

Como prioridade para o governo, Pitiman garantiu arrumar de imediato a infraestrutura do Sol Nascente. “Nós vamos mostrar, no dia 1º de janeiro de 2015, o que um governo organizado, limpo e trabalhador pode fazer por uma cidade. O Sol Nascente e o Pôr do Sol viraram a vergonha para os políticos do Brasil. Tenho esse compromisso de arrumar tudo e fazer desse lugar aqui o orgulho dos brasileiros”.

Sol Nascente é considerada a maior favela da América Latina, com mais de 67 mil moradores. Pitiman afirmou que vai regularizar toda a área e levar os serviços básicos de asfalto, iluminação, saneamento básico e esgoto. Além de construir um centro de saúde na VC 311, restaurar o colégio rural e implantar o terminal rodoviário perto do Condomínio Geliart, com linhas exclusivas do bairro para as cidades próximas e o Plano Piloto.

No Recanto das Emas, acompanhado dos candidatos a deputado distrital, Zé Adelson, e deputado federal Paulo Fernandes, Pitiman ressaltou as medidas de governo para melhorar a qualidade de vida dos moradores da região. “Estamos prontos para governar. Já mostramos, através das nossas propostas, que não são promessas e nem ilusões, são projetos, planos para o futuro”, apontou.

Hoje (22), o tucano tem uma agenda intensa. Ele inicia a segunda-feira em reunião no comitê do SIA, com entidades ligadas aos bancos. Às 9h30, o candidato concede entrevista para rádio local e finaliza o dia em encontro com empresários da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (ACIT).

Fotos: Rafael Monteiro

Fotos: Rafael Monteiro

Mais de mil policiais civis acompanharam a sabatina realizada nesta terça-feira (16), pelo Sindicato de Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol/DF), com o candidato ao governo do DF, Luiz Pitiman (PSDB). O encontro aconteceu no campus IESB Asa Sul.

Respondendo perguntas sobre a reestruturação da carreira, reconhecimento do nível superior para os cargos e melhorias do funcionamento e equipamentos disponíveis, Pitiman ressaltou que o governo deve compreender qual a demanda do policial. “Não pode ser governador quem não entende que o policial do DF é diferente dos policiais dos outros estados”, completou.

O candidato destacou ainda que o GDF precisa de autonomia para dar soluções a Polícia Civil e utilizar a união como um instrumento de auxílio na conquista de benefícios para a categoria.

Das propostas apresentadas, Pitiman se comprometeu em chamar os já aprovados da Polícia Civil do DF para ocupar o quadro de funcionários, além de realizar concurso público para preenchimento de 3.029 vagas.

O tucano garantiu também reestruturar a carreira equiparada com os agentes da ABIN e melhorar os auxílios profissionais, além de criar um Seguro de Vida para os policiais.

Uma das reivindicações principais da categoria foi a valorização da Polícia Civil com condições de trabalho, equipamento, treinamento e capacitação continuada, acompanhamento médico-psicológico e reforma salarial, entre outros. Pitiman garantiu total atenção e apoio aos profissionais.

Pitiman

Em entrevista ao programa DF Record, na noite desta segunda-feira (15), Luiz Pitiman, candidato ao GDF pelo PSDB, afirmou que a Companhia Energética de Brasília (CEB) não será privatizada. Para o tucano, é preciso despolitizar a empresa pública e contratar por meio de concurso público técnicos na área.

“Não precisa privatizar nada. A CEB vai continuar como empresa pública. Nos últimos anos a companhia sofreu com o desgaste político e virou quase um feudo de pessoas que tinham outros interesses, que não é fornecer energia. Faremos concurso público para colocar lá pessoas qualificadas”, garantiu Pitiman.

Durante o programa, o tucano também respondeu questões sobre gestão pública, saúde e transporte. Entre as propostas para gestão pública, o candidato pretende implantar modelo de administração eficiente. Para a saúde, Pitiman vai colocar para funcionar o que já existe e realizar pacto com Goiás, Minas Gerais e União na criação de um serviço de qualidade. Já para o transporte, a ação de destaque é a reforma dos trilhos para trem de passageiros.

 

No Dia da Independência do Brasil, 7 de setembro, Luiz Pitiman visitou a feira da quadra 313, em Samambaia Sul. O candidato ao governo do Distrito Federal pelo PSDB foi recebido, novamente, com muito carinho pelos moradores e feirantes, e falou sobre a revitalização das feiras e do comércio da cidade.

Matilde Pereira, moradora da quadra 413, confirmou a preferência da população de Samambaia pelo tucano. “Eu tenho um carinho especial pelo Pitiman. Eu voto nele porque eu acho que é o único que tem capacidade para melhorar Brasília, principalmente, a saúde e a educação”, analisou.

Na oportunidade, o candidato ao Buriti reforçou suas propostas para o DF. “Em todas as cidades, as feiras são fortes geradores de renda. Olha só o tamanho dessa aqui. Imagina se ela pudesse receber melhor as pessoas. Os feirantes e toda a população ganhariam”. Pitiman tem entre seus compromissos para Samambaia a revitalização das Feiras Permanentes e a implantação da Polícia Comunitária nos locais de maior movimento.

Ainda no domingo, Pitiman participou de encontro no Núcleo Rural Taquara, em Planaltina, e do Domingo de Lazer no Núcleo Rural Casa Grande, no Gama.

Pitiman

Durante visita a cinco cidades neste final de semana (30 e 31), Luiz Pitiman, candidato ao Palácio do Buriti, apresentou uma série de propostas e definições que, caso eleito, vai mudar o cenário do Distrito Federal.

No sábado, em encontro com moradores da Associação Comunitária dos Condomínios da Região do Jardim Botânico (AJAB), no Condomínio Estância Quintas da Alvorada, o tucano afirmou que é imprescindível a reformulação da  Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis). “Temos que colocar lá quem sabe trabalhar. Ou então, é melhor extinguir essa agência”, sugeriu Pitiman.

Ao ser questionado sobre sua posição de nomeação nas secretarias e empresas públicas em favor de partidos políticos, o tucano acrescentou que a base aliada e oposição poderão sim indicar pessoas para os cargos do governo, desde que sejam qualificadas e tenham experiência técnica na área.

Fernando Vinícius do Reis, morador do condomínio há três anos, relatou um episódio em que a sua esposa foi autuada por um agente à paisana e que responde na justiça por injúria racial, sem provas. “Minha mulher foi presa em uma ação arbitrária de derrubada da Agência, sem nenhuma ordem judicial”, lamentou. Vale destacar que o programa de governo do candidato Pitiman prevê a regularização de todas as áreas do DF já ocupadas.

Ainda no sábado (30), Pitiman participou da inauguração de comitê em Águas Claras. O candidato garantiu a implementação dos equipamentos públicos e melhorias na mobilidade urbana da cidade. Em seguida, ele almoçou no evento “Muda Brasília”, no Jardim Roriz, em Planaltina, e à noite participou de encontro com eleitores na Ceilândia Norte.

Domingo – Na tarde de domingo (31), Pitiman foi convidado para reunião do deputado distrital, Raimundo Ribeiro, e da candidata à Câmara Federal, Maria Abadia, ambos do PSDB, em Sobradinho. No encontro, o tucano comentou que o DF tem que voltar a ser exemplo. “Nem a faixa de pedestre está sendo respeitada, porque está apagada. Um dos orgulhos da nossa cidade sempre foi respeitar o cidadão, e até isso o governo atual tirou de nós”, acrescentou.

Militante há 20 anos, Geraldo de Souza se diz esperançoso com a candidatura de Luiz Pitiman. “A população tem que ver que os outros tem problema com tudo, porque insistir em algo que não vai dar certo? O meu candidato está pronto, eu confio nele e sei que ele vai fazer o melhor pra gente”, afirmou.

Pitiman musicos

Foto Rafael Monteiro

O candidato ao Governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), foi sabatinado por artistas do DF. O encontro aconteceu no programa Ricardo Noronha Show. Na oportunidade, Pitiman apresentou suas propostas para a área da cultura, enfatizando alguns projetos para músicos.

“É necessário que o governo tenha mão firme para que as cidades deem espaço para todos”, disse o tucano, garantindo que tornará viável espaço nas cidades, de acordo com a vocação de cada localidade, para que haja oportunidades de trabalho para grupos musicais e cantores solo.

Pitiman afirmou ainda que uma comissão permanente será implementada para o diálogo político da cultura. “Essa comissão deve ter o compromisso de fazer a normatização dos procedimentos e contribuir para novos projetos culturais no DF”, completou.

Com a comissão, Pitiman definiu que um grupo de até 20 pessoas pode auxiliar num melhor entendimento entre o governo, os artistas e a população. “O que a gente quer é que os músicos gerem empregos e renda também para outras áreas que podem ser beneficiadas, como a gastronomia, a dança, entre outros”.

A cantora Beth Santer lembrou a forma como os artistas, especialmente os músicos, são tratados no governo atual. “A política de rodízio desse GDF anula o trabalho de muitos músicos e privilegiam poucos. Outro problema que enfrentamos é a parca valorização da classe no DF, também excluído por poucos artistas nacionais”, lamentou.

O tucano ressaltou que é muito importante a mudança no modelo de gestão. “Primeiro temos que despolitizar a secretaria de cultura e trazer para aqueles que se preocupam com a área, acabando com os favorecimentos”, garantiu Pitiman.

09h30: Preside Sessão Solene em comemoração do 50º Aniversário do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 8ª Região (CRECI/DF) – Câmara dos Deputados

11h30: Reunião com membros do partido da coligação “Seriedade para Mudar” no Comitê Central – SIA

15h: Caminhada e panfletagem no Setor “O” – Ceilândia Norte

17h: Panfletagem na Rodoviária – Plano Piloto

20h30: Participa de encontro com artistas do Distrito Federal no programa de Ricardo Noronha para apresentar propostas na área da cultura – Park Way

Pitiman

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), participou do primeiro debate da CBN na manhã desta segunda-feira (25). Pitiman respondeu perguntas sobre saúde, mobilidade urbana e transporte, habitação, educação e gestão pública.

Questionado sobre a proposta da construção da estrada Brasília-Porto Seguro, Pitiman explicou o projeto e demonstrou sua viabilidade. “Esse projeto já existe desde 1998 com Luís Eduardo Magalhães. Faremos um entendimento com a União e os estados dessa grande região metropolitana para a construção total da estrada, que vai trazer desenvolvimento econômico e geração de renda e emprego”, argumentou.

Nas áreas de saúde, segurança e educação, a prioridade do candidato é implantar a meritocracia para a qualidade do serviço público. “Se houver resultados, todos os servidores serão reconhecidos, isso é meritocracia. E por isso precisamos de governabilidade. Vamos restabelecer o diálogo com todas as categorias e implantar um novo modelo de gestão pública que leve qualidade de vida para a população”, completou.

Pitiman esteve no programa Balanço Geral da TV Record e finaliza o dia na sabatina da TV UOL, SBT e Folha de São Paulo, ao vivo pela internet.

10h: Entrevista na Rádio CBN

12h: Entrevista no Programa Balanço Geral – TV Record

13h: Almoço com empresários no Clube de Golfe

18h: Participa do debate da SBT, Folha de São Paulo e UOL

Pitiman colibri

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), recebeu na noite de sábado (23), pelas mãos do presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 8º Região (Creci-DF), Hermes Alcântara, o prêmio Colibri-DF 2014. A 5º edição do evento ocorreu no Minas Tênis Clube.

Na próxima segunda-feira (25) está marcada uma Sessão Solene, no Plenário do Senado Federal, em comemoração aos 50 anos de fundação do Creci/DF. “Os corretores de imóveis trazem na essência de sua profissionalidade, a primazia da realização do sonho maior de todo brasileiro: a aquisição da casa própria, fato que os reveste de inigualável responsabilidade social”, afirma Pitiman.

Sábado (23/08)

09h30: Inauguração de Comitê – Ceilândia Sul

12h: Almoço/reunião – Lago Norte

13h30: Encontro com empresários no Park Way

19h: Reunião no Setor de Mansões Lago Norte (SMLN)

20h: Reunião com apoiadores de várias cidades – Lago Norte

21h: 5ª Edição do Prêmio Colibri-DF 2014 – Minas Tênis Clube

Domingo (24/08)

09h: Café da manhã na Expansão – Ceilândia Norte

10h: Reunião no Recanto das Emas

12h: Reunião/Almoço – Planaltina

13h: Participa de evento na Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Plano Piloto

14h: Encontro com grupo da Polícia do Exército – Vicente Pires

*Segundo (25/08)

10h: Entrevista na Rádio CBN

12h: Entrevista no Programa Balanço Geral – TV Record

13h: Almoço com empresários no Clube de Golfe

18h: Participa do debate da SBT, Folha de São Paulo e UOL

8h: Café da manhã com apoiadores – Lago Norte

10h: Visita ao comércio – Samambaia Norte

14h: Caminhada e panfletagem na avenida principal – Recanto das Emas

17h: Panfletagem na rodoviária – Plano Piloto

19h: Caminhada e panfletagem em bares e restaurantes – Asa Norte

Foto Rafael Monteiro

Foto Rafael Monteiro

Na sabatina promovida pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF), na manhã desta quinta-feira (21), durante o 5º Fórum da Indústria da Construção Civil, o candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), apresentou a proposta da construção dos trilhos e funcionamento de trens entre Brasília e Luziânia.

Pitiman argumentou que a iniciativa tem por objetivo retomar o crescimento do DF. “Em um ano e meio teremos o trem Brasília-Luziânia pronto. Primeiro em ritmo lento e no final do meu mandato em ritmo de veículo leve sobre trilhos. Já temos o mais caro que é a desapropriação da terra. São 40 m² de área, que corta o DF e chega a Luziânia. Com isso, podemos resgatar o desenvolvimento”, detalhou.

Os temas discutidos na sabatina foram: desenvolvimento produtivo; geração de emprego e renda; administração pública e burocracia; empresas públicas; segurança jurídica; serviço público; mobilidade urbana; convênios e projetos; parceria público-privado; e obras públicas.

O presidente do sindicato, Júlio César Peres, agradeceu a presença do Pitiman no evento e externou a satisfação em promover o encontro. “É um momento de muita importância para a categoria em receber os candidatos, pois é quando podemos conhecer suas propostas para a construção civil”.

Em sua apresentação inicial, Pitiman destacou a gestão de políticas públicas, as vocações das cidades e o papel do setor produtivo para a construção da democracia. “Juntos com vocês faremos a verdadeira transformação que o DF precisa. O caminho é ser objetivo, prático e claro”, afirmou. O tucano abordou também a meritocracia, com plano de metas e reconhecimento, objetivando a qualidade da gestão e do serviço público.

Questionado sobre as propostas trazidas e o curto tempo de quatro anos para realizá-los, Pitiman foi enfático ao justificar que o que falta é comando. “O que disse aqui é que vou cuidar das pessoas, cuidar da cidade, mudar o modelo de gestão. O governo existe para isso. Todas as propostas que tenho trazido são possíveis sim, desde que o governador se mexa, saia da cadeira e vá para a rua trazer resultados para o povo. Esse é o compromisso que faço”. Além do presidente do Sinduscon-DF, compôs a mesa de debate o 1º vice-presidente do sindicato, Luiz Carlos Botelho, o presidente da ADEMI-DF, Paulo Roberto Muniz, o presidente da Asbraco, Luiz Afonso Assad, o presidente do Seconci-DF, Higino Souza, e o presidente do Clube de Engenharia de Brasília, João Carlos Pimenta.

Luiz Pitiman

Luiz Pitiman

O candidato ao governo do Distrito Federal (PSDB), Luiz Pitiman, foi recebido na noite desta quarta-feira (20), por moradores de Águas Claras para a sabatina da Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras (AMAAC), realizada no colégio La Salle. O tucano apresentou a proposta de construir uma avenida de ligação entre a cidade e o centro de Brasília.

Sobre os problemas de trânsito na cidade, Pitiman apresentou o compromisso de iniciar a construção da Avenida Parque Águas Claras, uma pista interbairros da cidade até o Plano Piloto. “Já são 200 mil moradores e o número de automóveis cresceu junto. A interbairros é fundamental para a mobilidade da cidade”, completou.

Na presença de mais de 50 pessoas, o tucano respondeu ainda temas sobre: Transporte Público; Mobilidade e Acessibilidade; Segurança; Saúde; Educação; Habitação; Transparência e Administração; Equipamentos Públicos; e Modelo de gestão das Regiões Administrativas.

Com relação a infraestrutura de Águas Claras, o tucano falou sobre a construção e reforma de calçadas e praças. Para a segurança, Pitiman apresentou proposta de implantação da polícia comunitária e de uma delegacia. O candidato discutiu também um novo plano de carreira para as polícias militar e civil, além de políticas públicas para a saúde com criação de posto de saúde e retorno do programa saúde em casa.

Luiz Pitiman Foto Rafael Monteiro

Luiz Pitiman Foto Rafael Monteiro

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), compôs a mesa da Solenidade de entrega de Carteiras aos novos corretores de imóveis, do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do DF – 8ª Região – CRECI, ontem 19), em Brasília. O tucano propôs diretoria da entidade na Terracap.

Na oportunidade, Pitiman afirmou que a Terracap não tem cumprido com o papel da empresa, e disse que, se eleito, vai propor a participação direta da sociedade civil. “A Terracap não tem cumprido com seu papel como a companhia imobiliária de Brasília. Eu sou corretor também e me sinto a vontade para me comprometer com vocês e criar na empresa uma diretoria com o CRECI e de entidades da classe, para o progresso e retomada do desenvolvimento do DF”.

No evento, mais de 60 novos corretores receberam a carteira do CRECI. Participaram com o candidato ao GDF, o presidente do CRECI/DF, Hermes Alcântara, o diretor-secretário José Sena, o candidato a deputado federal Izalci Lucas, o candidato a deputado distrital Rodrigo Barreto, o representante do SECOV-DF, Mauro Castro, e o convidado especial, corretor Alberto da Silva Costa.

Fotos: Rafael Monteiro

Fotos: Rafael Monteiro

 

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), iniciou a agenda de campanha deste domingo, 17, com uma caminhada e panfletagem pela feira de Sobradinho. Pitiman propôs a fixação dos comerciantes no local e melhor infraestrutura para a comunidade. “Os feirantes precisam de um espaço adequado e coberto para receber os clientes. Quando está sol já é ruim, imagina com chuva”, completou. Vale lembrar que a feira concentra mais de 100 feirantes.

Em seguida, Pitiman caminhou pelas ruas de Arapoanga, em Planaltina, ao lado do candidato a deputado distrital, Rogério Arapoanga (PPS), e conheceu o comitê de campanha. O tucano conversou com os moradores sobre suas propostas para infraestrutura, mobilidade urbana e segurança. “Precisamos de um governo atuando dentro da cidade e é por isso que o Rogério está comigo. Juntos, faremos a verdadeira mudança que Arapoanga precisa”, disse.

Ainda em Planaltina, Pitiman almoçou, a convite da comunidade maçônica, no 12º Costelão da Loja Maçônica Sete de Setembro VII. O candidato ao Buriti fechou o dia em reunião com mais de 50 servidores públicos de várias categorias do DF no INCRA IX. Pitiman tratou de temas delicados e respondeu a diversas perguntas dos presentes. “A política atual está levando Brasília e o Brasil para o buraco. As pessoas ficam refém das esmolas que o governo dá, ao invés de todos juntos construírem novas oportunidades por meio do trabalho”.

Pitiman destacou que o governo deve ser a mola propulsora da população para melhorar a qualidade de vida. “É preciso investir na educação, na saúde, na segurança, e na geração de emprego”, ressaltou. Sobre a parceria público-privado, o tucano propôs o investimento nas vocações locais e nas portas de entrada do Distrito Federal. “Nós precisamos de um estado junto com a iniciativa privada gerando emprego, renda e fixação das pessoas nas próprias cidades”, afirmou.

Pitiman também foi questionado pelos servidores públicos sobre a mobilidade urbana. Ele destacou a necessidade dos trilhos pelo DF. “Modernidade não é colocar ônibus da forma como estão. São os trilhos que hoje vão resolver o problema do transporte nas cidades. Temos tudo, só não um governo que tome as rédeas do problema e faça o que tem que ser feito”, concluiu o candidato do PSDB, detalhando propostas também para a saúde, educação, além de políticas públicas para os idosos e os jovens.

 

  Pitiman radio federal

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), afirmou na sabatina da Rádio Federal desta terça-feira (12), que a cidade não está preparada para manter a educação de tempo integral. A justificativa do tucano é a falta de planejamento, estrutura e pessoal.

Ao ser questionado sobre o assunto pela jornalista presente, o candidato explicou que a escola integral precisa de três requisitos: plano de metas, fiscalização da comunidade e estrutura, mas que isso não é verificado na gestão atual. “Não podemos mais deixar cinco, seis mil alunos sem escola, como aconteceu nesse ano. Precisamos de valorização dos profissionais, controle social e investimento em estrutura tecnológica”, argumenta.

Pitiman complementou falando da relação entre os estudantes e a direção escolar. “Precisamos resgatar urgentemente o respeito do aluno com o professor. Não podemos admitir que nossos professores continuem a trabalhar com medo de quem vai ensinar”.

Outro ponto polêmico sobre a saúde, o candidato admitiu a necessidade do retorno de programas médicos nos bairros. “80% da população precisa de uma saúde de nível primário, e tem q ser tratado com a saúde em família, que foi abandonado pelo GDF”.

Para resolver o problema do transporte público, o tucano foi enfático, “É preciso fiscalização rigorosa das concessionárias”. No encontro, o candidato ao Palácio do Buriti pelo PSDB apresentou propostas para a segurança e cultura, com olhar para um novo modelo de gestão pública, baseado em metas e reconhecimento do serviço público, a meritocracia.

 eleições 2014

9h: Caminhada e panfletagem – Bares e restaurantes da Asa Sul e do Setor Comercial Sul

11h: Caminhada – Via Leste da Ceilândia

À tarde: Reuniões no Comitê “Seriedade para Mudar” – Setor de Indústria e Abastecimento (SIA)

 Pitiman

O candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), participou neste domingo (9), do XII Passeio Rodas da Paz, no Museu Nacional. O tucano andou de bicicleta e conversou com os ciclistas sobre propostas para integração e expansão de ciclovias no DF.

Na presença de mais de cinco mil pessoas, Pitiman argumentou que a bicicleta deve ser mais uma opção de transporte regular e não apenas para lazer. “É ecologicamente correta e permite que se desobstrua as vias de automóveis, tornando-se mais uma opção para quem deseja se deslocar nas cidades”.

O candidato ao Palácio do Buriti tem como propostas de políticas públicas para os usuários de bicicleta a integração com metrô e ônibus, expansão das ciclovias para todas as cidades do Distrito Federal – principalmente para as áreas mais carentes, segurança no trânsito e conscientização no uso da bicicleta como meio alternativo de transporte. “Me comprometo com esse projeto que tem a intenção de melhorar a mobilidade urbana”, diz.

Com o tema “Bicicleta gera gentileza”, a organizadora do passeio ciclístico que já ocorre há 12 anos na capital Federal, Beth Davison pediu atenção dos candidatos à questão desse transporte alternativo. “A causa da mobilidade acontece todos os dias, então os candidatos que estão aqui precisam manter suas propostas para a mobilidade de bicicletas com mais ciclovias, ciclofaixas e respeito ao ciclista”, enfatiza.

Pitiman comentou ainda a parceria com os grupos organizados. “O Rodas da Paz que é extremamente bem conceituado na cidade, consegue reunir milhares de pessoas pensando na paz no trânsito e em políticas públicas no uso da bicicleta como meio seguro. Como governador, temos que ter esses parceiros envolvidos nesse processo para que em conjunto a gente defina e atenda as reivindicações necessárias”, finaliza.

 Pitiman hospital 

Convidado pela diretoria do Hospital Santa Marta, o candidato ao governo do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), visitou nesta sexta-feira (8), as instalações médicas do local. Pitiman destacou a parceria público-privado no desenvolvimento de um serviço público de qualidade.

No encontro, Pitiman apresentou para os diretores médicos do hospital a proposta de gestão conjunta. “A gestão pública da saúde deve ser feita com a participação de todos os profissionais da área e a sociedade civil”, afirma. O candidato falou ainda das mudanças que pretender realizar nas Administrações Regionais para melhor atender a demanda da cidade e do comércio, pensando no desenvolvimento da região. “O governante tem que ter a visão de que a cidade é um conjunto dos serviços públicos prestados e da atuação privada nas localidades”, argumenta.

A recepção foi realizada pelo presidente do Hospital Santa Marta, Sebastião Maluf e os diretores das áreas clínicas. Também estiveram na reunião, o candidato a vice-governador, Adão Cândido, e a candidata ao Senado, Sandra Quezado.

Pitiman reforçou ainda seu compromisso com o trabalho público. “Estou na política por um ideal. Por um DF melhor para os nossos filhos e nossos netos”, finalizou.

 Pitiman Fecomercio

Empresários do comércio sabatinaram nesta terça-feira (5), em encontro promovido pela Fecomércio-DF, o candidato a governador do Distrito Federal Luiz Pitiman (PSDB). O concorrente ao Buriti se comprometeu com a retomada de uma visão desenvolvimentista para o DF. Segundo ele, é necessário reformular o modelo atual de administração pública e pensar em políticas a partir de um diálogo contínuo com o setor produtivo. Além disso, é necessário entender a vocação de cada uma das regiões administrativas que compõem o DF, com o objetivo de investir no desenvolvimento local, disse.

“Se vocês me derem a caneta de governador, garanto que 70% dos funcionários das administrações regionais serão concursados e terão que entender a necessidade de cuidar da cidade em que trabalham. Não podemos deixar como está, um cabide de emprego, um feudo de um deputado distrital ou de uma outra pessoa que tenha influência ali na cidade. A ideia é criar em cada administração regional uma área especifica para pessoa jurídica, com atendimento pessoal que poupa tempo”, disse.

O candidato do PSDB também salientou a importância da malha viária do DF como um dos principais vetores para o desenvolvimento. “Nós temos uma estrada de ferro saindo da Rodoferroviária, passando pelo SIA, chegando no Guará, conectando-se com o metrô, indo para Goiás, atravessando diversas cidades. Nós temos essa área disponível para botar um trilho descente e quem sabe implementar o VLT nesta área. Mas isso não é feito”, comentou Pitiman.

Luiz Pitiman foi o segundo a participar da sabatina promovida pela Fecomércio-DF, com a participação de 27 sindicatos filiados à Federação, que juntos representam mais de 80 mil empresas e respondem por aproximadamente 93% do PIB privado de Brasília e geram mais de 200 mil empregos diretos. Durante a apresentação, que durou cerca de 50 minutos, o candidato pontuou assuntos relevantes, como mobilidade urbana, segurança, educação e melhoria das saídas do DF para outros estados.

“Nós temos quatro saídas do DF, poderíamos ter quatro polos de geração de emprego e de renda, mas nenhum governante fez isso. Deveríamos usar essas portas para segurar a população nova que está chegando”, disse Pitiman. O candidato também respondeu a perguntas dos empreendedores sobre alvarás, “puxadinhos”, investimento e outros assuntos de interesse da categoria.

Na opinião do presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, esse diálogo é uma excelente oportunidade para mostrar que a Federação está focada nas questões que impactam na rotina da cidade. “A Federação do Comércio representa o empresariado, não temos outra intenção a não ser representar essa classe. Porém, seria uma miopia de nossa parte não termos a intenção de saber o que os candidatos pensam e quais são suas propostas para o futuro de Brasília”, explica Adelmir Santana.

O encontro continua nesta quarta-feira (6), com a presença de Toninho do Psol. Na quinta, é a vez de Rodrigo Rollemberg (PSB) e na outra segunda-feira, dia 11, o candidato José Roberto Arruda (PR) encerra o ciclo. A ordem das apresentações foi definida por sorteio, com a presença dos assessores das campanhas. De acordo com as regras do encontro, o candidato terá 50 minutos para expor suas propostas. Em seguida, responderá a até 15 perguntas feitas pelo empresariado. As sabatinas começarão às 9h e serão encerradas às 12h.

Agenda

06/08- Toninho do PSol

07/08 – Rodrigo Rollemberg (PSB)

11/08- José Roberto Arruda (PR)

 

Luiz Pitiman e Aécio Neves

Luiz Pitiman e Aécio Neves

 

Na tarde de hoje (5), às 14h30, o candidato a governador do Distrito Federal, Luiz Pitiman (PSDB), irá se reunir com os profissionais de saúde de todo o Brasil, na Associação Médica de Brasília. O grande encontro contará com o apoio e presença do presidenciável Aécio Neves. O objetivo é estabelecer diálogo com os médicos para que, juntos, possam listar as melhorias que a saúde pública precisa. O presidente nacional da Associação dos Médicos, Florentino Cardoso, também participará da reunião.

“Somos aproximadamente 4,5 milhões de brasileiros, distribuídos em 22 cidades da RIDE (19 Goiás e três MG). Muito diferente de outras grandes regiões do Brasil, somos três estados (GO-MG-DF). A saúde não tem fronteiras, uma rua divide Santa Maria (DF) com Valparaíso (GO). As ações têm que ser conjuntas, inclusive com a União. O básico tem que estar ao lado do morador, inclusive um hospital médio de 300 leitos em Águas Lindas e um em Valparaíso. E o SUS tem que ser revisado com compensações para atendimentos em estados diferentes. Temos que fazer investimentos maiores do DF para a alta complexidade, para que sejam hospitais de referencia regional. Exemplo: Hospital do Câncer, Hospital da Mulher, Hospital Geriátrico”, destacou Pitiman, afirmando que todos esses pontos serão colocados na reunião com os profissionais de saúde.

 

 Pitiman noroeste

“Como o governo federal, que já está no poder a 12 anos, pode ter deixado uma etnia que ocupa uma área a menos de 30 km do Palácio do Planalto, viver em condições piores que de favela?”. Esse foi o questionamento feito pelo candidato ao governo do DF, Luiz Pitiman (PSDB/DF), em encontro com os indígenas do Santuário Tapuya dos Pajés, neste domingo (3).

Pitiman foi recebido no Santuário por cerca de 70 índios, e conversou com os líderes para entender a situação dos indígenas na área. De acordo com a comunidade, não há o mínimo de saneamento básico, água e a violência urbana se agrava por sua etnia.

A comunidade Fulni-o Tapyua luta, desde 2010, pela demarcação da terra e permanência na área considerada nobre, onde pode ser construída o Setor Noroeste 2.