Posts Tagged ‘Instituto Dados’

Adobe Photoshop PDF

A disputa a uma vaga no Senado pelo Distrito Federal teve esta semana a desistência do ex-deputado Alberto Fraga (DEM). O fato reforçou a candidatura à reeleição do senador Gim Argello (PTB). O deputado federal José Antônio Reguffe (PDT) continua na liderança, seguido do petista e também deputado federal Geraldo Magela. Na pesquisa do Instituto Dados, Reguffe se isolou na liderança ao Senado, com 24,5% das intenções de voto. Magela continua em segundo e registrou 11,2%. O terceiro lugar é ocupado por Gim Argello com 8%. Fraga é o quarto e chega a 7%. Se conseguir transferir os votos, Gim fica numa situação boa na disputa.

***

Verde, branco e nulo

Candidato ao Senado pelo Partido Verde e ex-secretário de Meio Ambiente do governo Agnelo, Eduardo Brandão tem 4,6%. Os eleitores que se declaram indecisos somam 25,7%. Os que pretendem votar em branco ou anular o voto são 18,9%. Apenas uma vaga está em disputa.

 ***

Cenário 2

O Instituto Dados também quis saber a opinião do eleitor brasiliense em um segundo cenário com Fraga sendo substituído por Eliana Pedrosa (PPS). Os números ficaram assim: Reguffe, 23,2%; Magela, 12,1%; Gim, 9,1%; Eliana, 5%; Brandão, 4,3%. Brancos, nulos e indecisos somam 46,4%.

 ***

Cenário

Em outro cenário, incluindo os nomes de Eliana Pedrosa e Alberto Fraga na disputa a situação dos candidatos fica assim: Reguffe, 24,2%; Magela, 10,6%; Gim Argello, 7,8%; Fraga, 6%; Eliana, 4,8%; e Eduardo Brandão, 3,7%. Brancos, nulos e indecisos são 42,8%

 ***

Rejeição

A pesquisa também quis saber quais os candidatos o eleitor não votaria de jeito nenhum. O ranking da rejeição para o Senado é esse: Alberto Fraga, 13,8%; Geraldo Magela, 12,8%; Gim Argello, 11,8%; Eliana Pedrosa, 11,3%; Eduardo Brandão, 6,8%; e Reguffe, 4,8%

 ***

Eliana e Fraga

Mesmo tendo o nome colocado na corrida ao Senado, a deputada Eliana Pedrosa mantém sua posição de candidata ao Palácio do Buriti. Costura acordos para viabilizar a candidatura. Alberto Fraga vai disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Em 2010, teve quase 520 mil votos para o Senado.

 ***

Levantamento

O Instituto Dados ouviu 3 mil eleitores entre os dias 24 a 30 de maio em todas as regiões do Distrito Federal. A margem de erro é de 1,8% e o intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE) sob o nº 00010/2014 e no TSE nº 00138/2014.

 ***

(Coluna Coletivo Político publicada na edição de 4 de junho de 2014, no Jornal Coletivo)

Adobe Photoshop PDF

Os pré-candidatos a presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) disputam voto a voto a liderança no Distrito Federal, aponta a pesquisa do Instituto Dados. Dilma fica na frente na pergunta espontânea, enquanto Aécio lidera na estimulada. Candidata à reeleição, a petista tem 10,7% contra 7,5% do senador Aécio Neves na espontânea, quando não são apresentados uma lista com os candidatos. Em terceiro está o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), com 4%. Ainda foram citados o senador Randolfe Rodrigues (0,3%), do PSOL; o ex-governador de São Paulo, José Serra (0,2%), do PSDB; o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa e o ex-presidente da República, Fernando Henrique, do PSDB, tem 0,1%. Os três últimos não são candidatos à sucessão de Dilma Rousseff. O destaque fica para o alto índice de eleitores indecisos, 58,7%. Pretendem votar em branco ou anular o voto somam 18,4%.

Estimulada

Na pesquisa estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos, a situação se inverte. Aécio Neves supera Dilma e consegue 19,3% contra 17,6% da petista. É considerado um empate técnico dentro da margem de erro. Eduardo Campos segue em terceiro com 12%. Randolfe Rodrigues tem 2,4%

Brancos e nulos

Também é alto na pesquisa estimulada os percentuais de nulos, brancos e indecisos. 25,2% dos eleitores declaram que pretendem votar em branco ou anular o voto. Os que ainda não decidiram em quem votar ou não quiseram responder somam 23,5%.

Por região

Aécio Neves vence na maioria das regiões administrativas do DF. Mas é no Lago Sul (40%) e no Lago Norte (33%) que alcança os seus melhores índices. Dilma Rousseff tem melhor desempenho no Varjão (35,5%) e no Riacho Fundo II (29,5%).

Plano Piloto

Eduardo Campos só fica na frente na disputa junto aos eleitores do Plano Piloto, com 24,6%, contra 21,9% de Dilma e 20,6% de Aécio. Também empata no Park Way com Aécio, ambos com 12,5%. Campos consegue bons índices em outras regiões, ficando em segundo.

Randolfe

O senador amapaense Randolfe Rodrigues registra melhor desempenho na Fercal, com 19,4%, ficando atrás apenas de Dilma (35,5%). Consegue bons índices ainda no Gama (6,7%), SCIA/Estrutural (5,3%) e no Itapoã, com 4,5%.

Levantamento

O Instituto Dados ouviu 3 mil pessoas entre os dias 26 de abril a 2 de maio em todas as regiões do Distrito Federal. A margem de erro é de 1,8%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE) sob o nº 00008/2014 e no TSE nº 00093/2014.

(Coluna Coletivo Político publicada na edição de 07 de maio de 2014, no Jornal Coletivo)

Leia mais:

Parte I da pesquisa em http://blogs.maiscomunidade.com/blogdocallado/2014/05/05/corrida-ao-buriti-disputa-equilibrada-aponta-pesquisa/

Parte II http://blogs.maiscomunidade.com/blogdocallado/2014/05/06/pesquisa-dados-indecisos-sao-maioria/

Adobe Photoshop PDF

A disputa para o Governo do Distrito Federal está aberta. Os baixos índices de intenção de votos dos pré-candidatos ao Buriti mostram não só que a eleição está embolada. Pesquisa do Instituto Dados aponta que mais da metade do eleitor brasiliense está indeciso. O percentual é maior na pergunta espontânea. Os entrevistados que declaram não saber em quem votar ou não quiserem responder somam 55,7%. Já os que pretendem votar em branco ou anular o voto são 20,2%. Ou seja, quase 80% dos eleitores. Na pesquisa estimulada, quando são apresentados os pré-candidatos, os que não decidiram em quem votar são 26,9%. Já outros 22,4% declaram anular o voto ou votar em braco. Esses números da estimulada são referentes ao cenário 4 da pesquisa do Instituto Dados, onde constam os nomes de todos os pré-candidatos.

Estimulada

Os nomes na lista são do governador Agnelo (PT), do ex-governador Arruda (PR), do senador Rollemberg (PSB), dos deputados Pitiman (PSDB) e Eliana Pedrosa (PPS), além do terceiro colocado em 2010, Toninho do PSol. Juntos, atingem apenas metade do eleitorado.

Descrentes

Conquistar o eleitorado descrente com a política será um desafio a mais para aqueles os querem vencer a eleição. A desconfiança com a classe política e a série de escândalos que atingiu os governos atual e anteriores são algumas das causas para a descrença.

Agnelo e Arruda

A Fercal é a cidade com índice zero de indecisos e com apenas 19,4% de eleitores que pretendem anular o voto. Também é lá onde Arruda (48,4%) e Agnelo (29%) conseguem seus melhores índices de intenção de voto. Guará registra o maior número de indecisos e de voto nulo, com 67,4%.

Rollemberg e Toninho

Rollemberg tem a preferência do Plano Piloto (27,6%) e dos Lagos Sul (28,6%) e Norte (28,2). E vai muito mal em áreas como o Núcleo Bandeirante (3,3%), Sudoeste/Octogonal (4,9%) e Cruzeiro (5,3%). Toninho se destaca no Gama, com 16,3%.

Pitiman e Eliana

O deputado Luiz Pitiman só ultrapassa a casa dos dois dígitos de intenção de voto no Vicente Pires, com 12,5%. Seu segundo melhor índice é no Lago Norte, onde mora, com 8,6%. Eliana Pedrosa tem o melhor desempenho no Núcleo Bandeirante (6,7%) e Brazlândia (5,2%).

Levantamento

O Instituto Dados ouviu 3 mil pessoas entre os dias 26 de abril a 2 de maio em todas as regiões do Distrito Federal. A margem de erro é de 1,8%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) sob o nº 00008/2014.

(Coluna Coletivo Político publicada na edição de 06 de maio de 2014, no Jornal Coletivo)