Posts Tagged ‘Antonio Valdir Filho’

Brasilia, 09/12/14 - Fotos: Vinicius Loures /BG Press - 7º Prê

Lançamento do Prêmio Sebrae de Jornalismo reuniu profissionais da imprensa e empresários da capital

Foi lançada ontem (9), na Ilha das Tribos, a sétima edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo, etapa distrital. O prêmio é uma iniciativa do Sebrae Nacional, com realização da Revista Imprensa, criado com o objetivo de premiar as melhores reportagens veiculadas sobre microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas.

Para o diretor superintendente do Sebrae no DF, Antonio Valdir Oliveira Filho, esse prêmio é uma oportunidade de valorizar reportagens que mostram um Distrito Federal que as pessoas ainda não conhecem. “Temos, aqui, um mercado pujante, com uma população empreendedora, que precisa ser reconhecida. O trabalho dos jornalistas é fundamental para que haja esse reconhecimento da sociedade”, afirmou Valdir.

A novidade desta edição é a premiação da categoria Imagem Jornalística, que premiará a melhor foto, sequencia de fotos ou reportagem cinematográfica. Também serão premiados trabalhos inscritos nas categorias Jornalismo Impresso, Radiojornalismo, Telejornalismo e Webjornalismo. As matérias e reportagens que forem premiadas na etapa distrital seguem para etapa regional e, em seguida, para a etapa nacional, que acontece aqui na capital, em meados de 2015.

As inscrições para o Prêmio Sebrae de Jornalismo vão até o dia 9 de janeiro de 2015 e poderão ser inscritas as reportagens veiculadas de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2014. Os interessados podem consultar o regulamento do prêmio por meio do site www.premiosebraedejornalismo.com.br ou tirar suas dúvidas no contato@premiosebraedejornalismo.com.br.

A cerimônia de lançamento terminou com uma homenagem a Brasília ao som de Oswaldo Montenegro e banda.

Primeira-dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, prestigiou o evento

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF) apresentou na última terça-feira (3) as três vencedoras do “Prêmio Mulher de Negócios”, etapa Distrito Federal, nas categorias Pequenos Negócios, Produtor Rural e Microempreendedor individual. As ganhadoras participarão da etapa nacional, que deve acontecer no primeiro semestre de 2014. A primeira-dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, esteve presente na premiação.

“Sabemos que cada uma de nós tem sonhos. Levá-los adiante é importante e serve também como exemplo para outras mulheres. Quero parabenizá-las pelo empenho e dizer que todas são vencedoras e devem ter orgulho de si mesmas”, salientou a primeira-dama.

Para o Superintendente do Sebrae no DF, Antônio Valdir Oliveira, as empreendedoras do Distrito Federal têm conquistado espaço. “Nos dá muito orgulho e nos deixa como referência no Brasil. No ano passado, o prêmio nacional foi conquistado por uma empreendedora de Ceilândia”, lembrou.

O evento, realizado na sede do Sebrae, no SIA, também contou com as presenças da diretora do Sebrae-DF, Maria Eulália, da secretária da Mulher, Olgamir Amancia, entre outros nomes.

Das 269 inscritas neste ano, nove mulheres tiveram suas histórias de vida selecionadas. As vencedoras foram Maria de Fátima Ferreira de Morais, na categoria Pequenos Negócios, Luciene Alves dos Santos, na categoria Microempreendedor Individual, e Massae Watanabe, na categoria Produtor Rural.

Números de público, formalizações de empreendedores e participantes em palestras e oficinas bateram recorde na edição de 2013

Superintendente do Sebrae no DF, Antonio Valdir Filho, comemora o sucesso da Feira do Empreendedor 2013

Superintendente do Sebrae no DF, Antonio Valdir Filho, comemora o sucesso da Feira do Empreendedor 2013

Foram quatro dias de muito movimento, com uma programação completa (palestras, oficinas, seminários, encontros, fórum) e estandes de expositores para todas as áreas. A Feira do Empreendedor 2013 encerrou a programação no último sábado, 24, com números que refletem o perfil empreendedor de Brasília.

Mais de 12 mil pessoas passaram pelo Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A expectativa inicial do Sebrae no DF era receber 10 mil visitantes. Ao todo, foram quase nove mil capacitações. As Rodadas e Encontros de Negócios geraram cinco milhões de reais e o Salão de Oportunidades Locais, um milhão.

O sucesso dos números da Feira do Empreendedor é atribuído à programação gratuita e aos temas abordados no evento, que teve como foco a inovação e a sustentabilidade. Antes de promover a Feira, o Sebrae no DF realizou uma pesquisa de grupo focal, que apontou as principais necessidades dos empresários da capital. “Mapeamos os tópicos que mais seriam estratégicos para donos de microempresas, empresas de pequeno porte, produtores rurais, microempreendedores e empreendedores que já possuem negócios, mas ainda não estão formalizados”, afirma o diretor superintendente do Sebrae no DF, Valdir Oliveira Filho.

Além de toda a programação pensada especificamente para atender as demandas do público, o Sebrae no DF apresentou 50 oportunidades de negócios, sendo 25 delas inovadoras. A instituição também trouxe para Brasília grandes nomes do empreendedorismo para dar dicas e apresentar cases de sucesso. Entre eles a consultora de moda Glória Kalil, o especialista em franquias Marcus Rizzo, o fundador e presidente da rede Habib’s, Alberto Saraiva, e o jornalista Paulo Henrique Amorim, que falou das perspectivas do Brasil e do mundo. Diversos seminários e palestras tinham tradução em Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS para pessoas com deficiência auditiva.

Expositores – Outro destaque foram os 75 expositores, tanto de Brasília, quanto de outros estados, que levaram novidades do mercado, como empresas de QR Code e outras soluções para os pequenos negócios. Eles ocuparam estandes montados de acordo com o tema abordado. Cobogós de bambu formavam as divisórias. A decoração contou ainda com painéis de iconografia feitos de tecidos produzidos a partir de garrafas pet, que completavam o visual. Também feitos de garrafas PET, os carpetes usados na Feira usaram 13.200 recipientes. As ações sustentáveis estiveram em toda a área do evento: banners produzidos com tintas sustentáveis e sabonete biodegradável nos banheiros são mais alguns exemplos.

O tema continua em voga após a Feira: ao todo, foram 2 toneladas de lixo reciclável recolhido e destinado para a Plasferro, Cooperativa de Catadores da Comunidade Estrutural. Além disso, o Sebrae no DF irá plantar árvores na Estrutural para fazer a neutralização do carbono utilizado durante os quatro dias do evento.

A formalização de Microempreendedores Individuais (MEI) também ficou acima da meta da instituição e 230 pessoas saíram da informalidade. Foi o caso de Bruno Freitas de Paiva, 26. Agora, ele passou a ser um microempresário formalizado e dono de um estúdio de criação de arte em Sobradinho, o Inovart. “Já tenho meu negócio há mais de um ano. Agora, com registro de MEI poderei expandi-lo, abrir um espaço físico e emitir nota para os clientes. Também aproveitei a oportunidade da Feira para receber consultorias”, explicou.

A programação aliada à estrutura levaram o Sebrae a conquista de um alto índice de satisfação dos visitantes da Feira do Empreendedor, de 89%.