A aprovação exigiu intensas negociações

Na última sessão do ano, os deputados distritais aprovaram a abertura de crédito suplementar ao Orçamento do Distrito Federal no valor de R$ 36,5 milhões. Os recursos, que foram aprovados na noite desta quinta (18) após intensas negociações, serão utilizados para o pagamento dos contratos de prestação de serviços de empresas terceirizadas do governo, em atraso há vários meses.

O projeto de lei nº 2.075/2014, do Executivo, que suplementa o Orçamento, chegou à Câmara hoje à noite e foi apreciado depois de um acordo entre os líderes partidários. O texto passou com o voto favorável de 15 parlamentares, e segue agora à sanção ou veto do governador.

De acordo com a proposta, R$ 8,8 milhões serão destinados para o pagamento de despesas da área de educação. A maior parte dos recursos, R$ 19,3 milhões, serão remanejados para a área de saúde, com pagamento de diversos prestadores de serviço e aquisição de medicamentos. Outros R$ 8,3 milhões seguem para a manutenção de imóveis do GDF.

Trânsito – A Câmara Legislativa também aprovou o projeto de lei nº 2.066/2014, que abre crédito ao Orçamento no valor de R$ 9,1 milhões para diversas atividades na área de trânsito. Os recursos serão utilizados para projetos do DFTrans, modernização de informações e fiscalização de trânsito, entre outras atividades. (Luís Cláudio Alves – Coordenadoria de Comunicação Social)

Leave a Reply