mane

Projeto do estádio de Brasília é apresentado no livro Arenas do Brasil. Obra com 292 páginas traz o histórico da modernização e da construção dos 12 estádios para o Mundial de 2014, em artigos, entrevistas, desenhos técnicos e dezenas de fotos. Lançamento será nesta quinta, 3 de julho, em São Paulo.

Reunir em uma única obra o histórico da modernização e da construção dos 12 estádios para o Mundial de 2014, desde a concepção dos projetos. Esta é a proposta do livro Arenas do Brasil – Arquitetura e engenharia nos estádios brasileiros para a Copa de 2014, que será lançado pela Editora Mandarim na quinta-feira, 3 de julho, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo.

Em 292 páginas, o livro documenta as ideias, as histórias e os problemas por trás do desafio de erguer as 12 modernas arenas que são hoje palcos dos movimentados jogos da Copa no Brasil. A edição inclui textos, memoriais descritivos, desenhos técnicos, dezenas de imagens, além de entrevistas com arquitetos e engenheiros responsáveis por projetar e gerenciar as obras desses equipamentos esportivos.

Arenas do Brasil dedica ainda uma seção à história dos estádios desde a primeira Copa do Mundo, no Uruguai, em 1930, até os dias atuais; e outra seção às primeiras ideias para os novos estádios nas 17 cidades candidatas a sediar a Copa de 2014 no Brasil.

O livro tem o patrocínio das empresas Akzo Nobel, Acelor Mittal, Atlas, GCP Arquitetos, Odebrecht, Otis, e apoio da GettyImages, Mendes Júnior, Minas Arena, Construcap, Egesa e HAP. Tem também apoio institucional do Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco) e da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA).

Principais conteúdos

- Estádios da Copa, de 1930 a 2010: uma visão dos estádios nas 19 Copas do Mundo de Futebol já realizadas. O estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai), o San Siro, em Milão (Itália), a arena Rasunda (Suécia), o Maracanã de 1950, o Estádio Azteca (México), palco da vitória brasileira em 1970, e a série de novos estádios construídos a partir de 1998, para a Copa da França, já em sintonia com as exigências do futebol contemporâneo.

- Primeiras ideias em 17 cidades-candidatas: neste capítulo, são apresentadas as propostas dos estádios das 17 capitais brasileiras candidatas entre 2007 e 2009 a sediar jogos da Copa 2014: Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Campo Grande, Belo Horizonte, Cuiabá, Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus, Belém, Rio Branco, Natal, Recife, Fortaleza, Florianópolis e Goiânia.

- Os projetos definitivos em 12 cidades-sede: um capítulo para cada novo estádio, com entrevistas com arquitetos/engenheiros, memoriais descritivos, desenhos e plantas, cobertura, paisagismo, controle e segurança, entre outras áreas, de forma a dar um panorama técnico-conceitual do estado-da-arte no projeto contemporâneo de modernas arenas multiuso.

SERVIÇO

Livro Arenas do Brasil – Arquitetura e engenharia brasileiras nos 12 estádios para a Copa de 2014

Lançamento: dia 3 de julho de 2014, a partir das 20 horas

Local: Instituto Tomie Ohtake

Rua Coropés, 88 – Pinheiros

Metrô Faria Lima / Estacionamento no local

Preço especial de lançamento: R$ 99,00

Informações: Editora Mandarim, tel. 11 3362-2585

Leave a Reply