Rodrigo Rollemberg

Rodrigo Rollemberg

Por sugestão do senador Rodrigo Rollemberg (PSB/DF), o Senado debaterá a ameaça de retirada da Embrapa Cerrados de uma área de 90 hectares próxima à BR-020, onde a empresa desenvolve, há mais de 30 anos, importantes pesquisas sobre solo e produção agrícola. O GDF anunciou a implantação de um núcleo habitacional para assentar quatro mil famílias na região onde a Embrapa Cerrados funciona, próxima a Planaltina.

A Embrapa Cerrados é responsável por uma verdadeira revolução produzida no campo, que transformou o Cerrado brasileiro num grande polo de produção de alimentos. Ao longo de três décadas, a Embrapa desenvolve pesquisas no local, acompanhando o solo, suas modificações, o uso de produtos e os resultados na produção pecuária brasileira. “São anos de pesquisas que serão desperdiçados porque o GDF, que tem um conjunto de áreas disponíveis, pretende implantar um núcleo populacional exatamente na área da Embrapa Cerrados”, alerta o senador Rollemberg.

A Embrapa Cerrados é uma das 47 unidades da Embrapa e foi criada em 1975. Foi a responsável pela maior parte das pesquisas que permitiram a incorporação dos cerrados brasileiros ao processo de produção agrícola, uma das maiores conquistas da agricultura tropical no século XX.

Foram convidados para a audiência pública representantes da Embrapa Cerrados, da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano do DF (Sedhab), da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap), da Superintendência do Patrimônio da União (SPU/DF), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCT), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

A audiência pública, realizada pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), acontece amanhã (15), às 8h, no Plenário 15 da Ala Alexandre Costa.

Leave a Reply